COMUNICADO IMPORTANTE



Tenho visitado todos os blogs linkados na postagem matriz das blogagens coletivas, porém estou com problemas para comentar nos blogs que só aceitam comentários com perfil do G+ .

domingo, 10 de fevereiro de 2013

Nem sempre foi assim


Nos primeiros meses de vida a alimentação era mais que saudável. A partir do quarto mês introduzi frutas amassadas e raspadas, papinhas de legumes com caldinho de feijão, e assim, fomos aperfeiçoando conforme a idade chegava, até que aos três anos começou a apresentar vontades... Graças a Deus que até os oito  anos essa vontade não se concentrou nos alimentos doces, foi o que salvou-o parcialmente da obesidade infantil.
Na correria do cotidiano fui aos poucos me rendendo aos alimentos industrializados, que facilitam muito a nossa vida, mas geram transtornos alimentares nas crianças. Confesso que errei e há muito venho tentando corrigir, mas não é fácil quando se tem um pré-adolescente cheio de amores por todos os alimentos que não sejam frutas e verduras ...
Massas, doces, refrigerantes, sanduíches... Sei que a culpa é parcialmente minha. Como me disse a pediatra: " se você não comprar ele não come, ele não tem dinheiro..."
 http://www.asosmamaenadia.com



A série Mamãe tá de olho é uma iniciativa dos blogs:

7 comentários:

  1. Oi querida, muito obrigada pela participação na BC! Fiquei muito feliz quando vi você participando!
    Gostei muito do teu texto...me fez refletir e ter forças pra seguir adiante essa minha busca por uma vida mais saudável...e é tão bom ver que não estou sozinha nessa trajetória...
    Beijos e muito obrigada!

    www.asosmamaenadia.com

    ResponderExcluir
  2. Muitas de nós começamos certo e depois nos rendemos eu mesma fui assim com a minha primeira filha e hoje ela quase não come coisas saudáveis, mas já estou corrigindo a Julia com certeza farei diferente, pois tenho uma outra consciência sem contar que eu mesma serei um bom exemplo.
    tb estou participando

    Bjs

    Gélia
    http://euquefizouquaseisso.blogspot.com.br/2013/02/alimentacao-infantil-e-dicas-de.html#comment-form

    ResponderExcluir
  3. Muito verdadeiro o seu post!
    Mas te digo uma coisa, é errando que se aprende!
    A vida é isso, o importante e tentar acertar!!

    Bjs
    Gleysa
    www.demamaeursa.com

    ResponderExcluir
  4. Ninguém é perfeito o importante é corrigir os erros e superar os desafios.
    Parabéns pela BC.
    Tb estou participando. Aguardo sua visita no blog Papo de Mãe.
    Bju

    ResponderExcluir
  5. Oi querida, mais uma vez passando aqui pra dizer um muito obrigada por sua participação em nossa BC sobre alimentação infantil. Sua contribuição foi muito válida, você nos ensinou muito com o seu post. E por ver tantas mamães engajadas em prol de uma alimentação mais saudável, senti ainda mais vontade de melhorar aqui em casa, me senti motivada!
    Gostaria de te convidar pra participar da nossa próxima BC, chamada "Mamãe tá de olho no consumismo". Será em março, no dia 24. Tem ainda bastante tempo pra pensar sobre o assunto e planejar o que escrever. Não deixe de participar, mais um assunto polêmico mas muito importante na educação dos nossos filhos! Conto contigo na próxima vez também!
    Um beijo!

    www.asosmamaenadia.com

    ResponderExcluir
  6. É verdade..... as comidinhas que preparo são atrativos sim, mas não são a única coisa, como vc disse, temos que comprar, preparar, servir.... e isso tudo é bem importante tbm. Obrigada pela visita. Vim retribuir e te seguir. Bjus Andrea e Lara coisas-da-lara.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Olá!!
    Acredito que a reeducação alimentar de um pré-adolescente não é nada fácil, pois eles amam salgadinhos, tem que ter a participação e o querer dele também.
    Mas tenho certeza que aos poucos você vai conseguindo, conscientizando-o da importância de ingerir alimentos mais saudáveis e nutritivos.
    Parabéns pelo post!!
    Bjss

    ResponderExcluir